O Príncipe

O Príncipe Book Cover O Príncipe
Nicolau Maquiavel

A grandeza e originalidade de 'O Príncipe' consiste em ter alargado o campo da ciência na política, distinguindo os interesses políticos primários das classes, mas confundindo-os, ao mesmo tempo, em uma monstruosa razão de Estado pela qual o povo é apenas matéria plástica nas mãos do Príncipe. 4ª edição totalmente revista, prefaciada pelo sociólogo francês Raymond Aron, com uma cronologia da vida e obra de Maquiavel e Vocabulário dos termos-chave de Maquiavel

 

O Príncipe é um livro que não sai de moda. Mais do que um best-seller, ele é um clássico. Surgem novas edições e grandes estadistas encontram nesta obra suas virtudes literárias e estratégicas. Silvio Berlusconi, presidente do Conselho de Ministros da República italiana, apresentava assim esta obra, ao dá-la como presente de Natal para amigos e colaboradores em 1992: “O Príncipe é o primeiro clássico do pensamento político moderno, referência durante gerações para estadistas e diplomatas. A obra foi concebida como um conjunto de reflexões do autor sobre a arte de conquistar e conservar o poder em um principado.”

Ideias Fundamentais:

– Há duas formas de governo: estados livres (repúblicas) e monarquia.
– O governante deve fazer uso de tudo para garantir seu poder.
– Para o governante é melhor ser temido do que amado.
– Governantes precisam encontrar um equilíbrio entre a virtude e a crueldade e entre o amor e o medo, tudo para manter a sua autoridade.

Nicolau Maquiavel nasceu em Florença em 1469. Foi secretário político e isso lhe ajudou a conhecer diplomatas e principais líderes de seu tempo. Escreveu outros livros como A Arte da Guerra, Discursos e Histórias de Florença.

Um comentário

  • Antonio Carlos setembro 15, 2016em11:58 am

    Um clássico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *